Rio de Janeiro – o que consegui fazer em 3 dias

Na passagem pelo Rio de Janeiro em setembro, além dos dois dias de Rock in Rio, e da Trilha da Pedra Bonita, ainda consegui fazer um pequeno roteiro, com a ajuda e companhia dos meus amigos queridos que conheci através do Viajo Amanhã.

Zona Portuária

Após visitar a Pedra Bonita, fui encontrar a Anna (@nosnomapa) na Praça Mauá, na Zona Portuária, que foi reformada e revitalizada por ocasião das Olimpíadas.

Essa região foi aldeia de pescadores, principal porto do país, e porta de entrada e moradia de escravos. Com a nova cara, a região desenvolveu potencial turístico e econômico, e conta com grandes pontos de interesse histórico e cultural, tais como os Jardins do Valongo, Cais da Imperatriz, Museu de Arte do Rio, e Museu do Amanhã.

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]
Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã foi construído com a ideia de se tornar um ícone da identidade cultural da cidade. A proposta dele é ser um museu de artes e ciências, além de contar com mostras que alertam sobre os perigos das mudanças climáticas, da degradação ambiental e do colapso social.

Como chegamos já no fim da tarde não daria tempo de visitar, mas fiquei super curiosa para conhecer o museu e essa nova proposta que ele trás. Na próxima vez vou querer conhecer.

Dica: compre os seus ingressos pela internet através do site museudoamanha.org, pois fica lotado!

Funcionamento: terça a domingo, das 10h às 18h (última entrada às 17h)

Valor:  R$20 (inteira) – às terças feiras a entrada é gratuita.

Na frente do Museu encontra-se o letreiro “Rio_Te Amo”, que é bastante concorrido para fotos. As pessoas se organizam em fila, para conseguirem seu click.[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]

Dali fomos andando até o Boulevard Olímpico, onde está o maravilhoso Mural Etnias, que também é conhecido como “Todos somos um”.

É um painel com cerca de 15 metros de altura e 170 metros de comprimento. Foi pintado pelo artista Eduardo Kobra na fachada de um antigo armazém, em virtude dos Jogos Olímpicos do Rio. Foi, portanto, inspirado nos aros olímpicos que simbolizam os cinco continentes, e nas pinturas são representados os primeiros habitantes de cada um deles. O principal tema do mural é a união dos povos e diversidade dos grupos étnicos..

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]
Etnias

Em agosto de 2016, foi considerado o maior grafite do mundo. Mas já foi desbancado pelo próprio Kobra, em sua nova arte nos muros da fábrica da Cacau Show, em São Paulo.

O Mural está localizado na Av. Rodrigues Alvez, 241 – Gamboa

Ipanema

De lá pegamos o VLT e metrô, para ir à Ipanema. Demora um pouquinho, mas no meio de tanta conversa, nem vi o tempo passar. =D

Ao chegar lá já quaaase na hora do sunset, fomos para a Pedra do Arpoador, e encontramos a Ju (@natripdaju), e a Anni (@viajandocomannielu). Com elas aproveitamos aquele espetáculo maravilhoso que é o sol se pondo por trás do Morro Dois Irmãos, e refletindo no mar. Ah! Rio de Janeiro, você continua lindo, sim!

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]
não tem como não aplaudir mesmo!!!

Depois de tudo isso em um dia só, em que eu praticamente não tinha dormido, voltei para o Hostel. Ainda tomei uma cerveja, e fiquei ponderando sobre ir ao Rock In Rio ver o Bon Jovi, mas desisti e fui finalmente descansar. Esse foi o único momento em que dormi no Rio de Janeiro (umas 10h, para compensar kkk).

Recreio

No sábado, na companhia de Andréa (@varias_viagens), Luiz (@voualipelomundoja) e Anna (@nosnomapa), fui à praia. O Luiz tinha sugerido previamente de a gente subir um trechinho da Pedra do Pontal, mas ele nos enganou, e subimos praticamente ela inteira. Kkkkk

A Pedra do Pontal é na verdade uma pequena ilha, ligada às praias por uma pequena faixa terra, que dependendo da altura da maré, pode desaparecer. Por isso verifique a Tabua de Marés, antes de ir (nesse post, a Lívia explica como analisar direitinho).

A subida não é tão simples porque não há trilha nela. Então já no começo achei um pouco difícil pois tem muita areia da praia na pedra, o que faz escorregar. O restante do percurso é meio na base da escalada mesmo. Já no fim, no ultimo pedaço, tem uma cordinha que você vai escalando para chegar ao topo. É uma única corda para subir e para descer, o que acaba ocasionando um pequeno congestionamento.

Nessa parte, eu e a Andrea amarelamos, e o Luiz subiu. Ficamos lá torrando conversando e apreciando a vista maravilhosa, na qual as praias do Recreio, e da Macumba se dividem, enquanto esperávamos por ele. No fim das contas ficamos arrependidas de não ter subido.

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]
vista da Pedra do Pontal

Dica importante: Nunca deixe seu amigo levar seu chinelo com ele. O Luiz estava com o meu na mochila, e consequentemente eu fiquei queimando os pés, enquanto ele não voltava. Kkkk

Depois disso ainda demos um mergulho na água (geladíssima). Porque eu não posso deixar de entrar no mar, por mais rápidinho que seja, e fomos almoçar em uma padaria próxima, e conversar, conversar e conversar.

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]

A tarde voltei para o Rock In Rio.

Dica importante 2: Não invente de escalar em pedras antes de ir ao Rock In Rio. Kkkkk. Quem já chegou ao festival cansada, levanta a mão! o/

Como o show do Guns se arrastou até quase 4h, cheguei de volta no Hostel já estava amanhecendo. Conclusão: por mais um dia só dormi cerca de 2h.

Urca

Acordei cedo porque precisava organizar minhas coisas para o check-out, tentar antecipar meu voo (porque eu ainda tinha o show do Aerosmith para ver aqui em SP), e encontrar Camila (@naestradacomasminas) e Andrea, que me levaram até a Urca.

Uma pena que o céu estava meio nublado, por isso as nuvens estavam cobrindo o Cristo. Mas a vista ali é linda!

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]

Depois de uma saga para decidir o que comer, desistimos da lanchonete/barzinho que íamos, e fomos almoçar no Botafogo Praia Shopping, e finalizar minha estadia vendo o Pão de Açúcar dali.

Me despedi do Rio de Janeiro lutando contra o sono. Mas sei que não dormi nada para poder aproveitar o máximo possível no pouco tempo que tinha.

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]
Pão de Açúcar

– Mais uma vez obrigada a todos que tiraram um tempinho para serem meus guias turísticos <3

– Me locomovi basicamente utilizando transporte público (Metrô, VLT e BRT – não andei de ônibus), Uber (trechos curtos nos quais os transportes anteriores não contemplavam), e caronas da Andréa =D

– Todas os passeios desse post tiveram o custo total de zero reais. Então basicamente gastei dinheiro apenas com comida e transporte.

– Fiquei hospedada no Hostel da Barra, que fica localizado na Barrinha, bem aos pés da Pedra da Gávea. O hostel é bem bacana, e o staff é muito atencioso e simpático. Foi minha primeira estadia em hostel dentro do Brasil, e posso dizer que não fica devendo em nada para os gringos. Recomendo.

 

Rio de janeiro, já estou ansiosa para voltar. Pode? =D

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]

Thayz Figueiredo

Professora de Educação Física e Psicóloga. Gosta das histórias dos lugares e das pessoas. Ama shows de rock, livros e um bom hambúrguer.

More Posts