O que fazer em Galinhos no Rio Grande do Norte

Galinhos

No começo do mês tive uma viagem surpresa (foi decidida um dia antes 😂) para Natal. Chegando lá, queria fazer algo um pouco diferente, e por isso decidi ir para Galinhos.

Galinhos é um município pequenininho do litoral norte do Rio Grande do Norte, a cerca de 160 km de Natal, que tem pouco mais de 2000 habitantes!!!

É um local cercado por dunas, praias, manguezais e salinas, onde a atividade local principal é a pesca.

Atualmente, Galinhos se tornou um novo destino turístico devido à sua beleza natural, e claro, fui conferir.

Realizei o passeio em parceria com a Marazul, e saímos de Natal por volta das 7 da manhã.

Nossa primeira parada foi no município de João Câmara, a 81 km da capital, para tomar café da manhã. Mesmo que você já tenha comido antes de sair, recomendo que coma alguma coisinha por lá, porque o almoço demora para sair 😅

O trajeto leva aproximadamente 2h até chegar em Galinhos, e no percurso passamos por impressionantes parques eólicos (eu nunca tinha visto de pertinho, achei incrível!)
Chegando lá, a van fica em um estacionamento no porto de Pratagil, e o restante do passeio acontece de barco, que é a única forma de atravessar o braço de mar que dá acesso ao povoado com cara de vila de pescador.
barco para Galinhos

Praia de Galinhos

Ao chegar na margem, a primeira parada é a Praia de Galinhos, onde você pode ir de charrete ou a pé, caminhando pela vila.
Estava com meu pai, e optamos por fazer o percurso, que é curtinho, a pé.
Fizemos base em uma pequena lanchonete e tínhamos algumas horas para aproveitar a praia. Então fomos andando até a Praia do Farol, já que o farol, construído em 1931, é o principal cartão postal da região, e é lindíssimo!
Farol de Galinhos
Farol de Galinhos

A caminhada teve cerca de 5 km, ida e volta. Depois aproveitei a praia, que tava com a água quentinha (uma delicia!!!)
Observei que há na região uma enorme quantidade de praticantes de kite surf, o que deixa a paisagem bem colorida e interessante.

Costa Branca

Depois retornamos ao barco e fomos ver de perto as salinas Diamante Branco. A princípio, e vistas de longe, dão a impressão de serem dunas. Mas quando o barco se aproxima, você pode ver a imensidão de sal, por isso a região é chamada de Costa Branca.
As montanhas são de sal retirado do mar, e a maior parte do sal produzido no Brasil vem dessa região.

Salinas
Salinas

Nessa parte do passeio não é possível desembarcar, de modo que só apreciamos do barco. Segundo o Leandro, nosso guia, antigamente era permitido descer, mas os turistas começaram a escalar as dunas de sal, então foi cercado, e proibida a parada de turismo.

Praia do Capim e Dunas

A próxima parada foi na Praia do Capim, que é uma praia completamente deserta e linda, onde estão localizados mais parques eólicos, e onde acontece muito a prática do kite surf, devido ao vento. Venta MUITO!

Praia do Capim
Praia do Capim
Lá subimos nas Dunas do Capim, onde tomamos uma surra de areia, pois o vento estava muito forte. Mas o lugar é lindíssimo! E dá a impressão de ter a praia só para você!!!
Dunas do Capim
Dunas do Capim
Dunas do Capim
Dunas do Capim
De lá é possível continuar o passeio de barco mesmo, ou contratar um buggy para ir até as Dunas do André.
Fui de buggy, claro.
Passeio de Buggy
Vamos de buggy!

O percurso passa pelo Mirante do CapimLagoa do Capim, uma piscina natural formada entre as dunas móveis, e Dunas do André, que leva esse nome em homenagem a um homem que vivia e cuidava da região. O passeio dura aproximadamente 1h.

Mirante do Capim
Dunas do André
Vista das Dunas do André

Galos e Almoço

O buggy te deixa no Restaurante Rio Paisagem que fica na Praia de Galos, a última parada, e onde encontramos o pessoal que continuou o passeio de barco. O almoço custa R$35 – buffet a vontade.
O restaurante é bem simples, e à beira do mar, onde podemos passar um tempinho descansando e apreciando.
Restaurante
Restaurante com pés na água =)
Dali retornamos de barco até o estacionamento, para voltar para Natal.
Galinhos parece ser um lugar onde o tempo não alcança. É um destino rústico, e que pouco foi alterado por conta do turismo. Mas é exatamente por isso que é tão bonito.
Retorno do passeio

Informações do passeio:

Acontece às terças e sextas, e há transporte de ida e volta do hotel nas regiões de Ponta Negra, Via Costeira e Praia do Meio. Caso não esteja hospedado nessas localidades, a saída do passeio acontece da loja da Marazul, na Rua Vereador Manoel Sátiro, 75, em frente ao cemitério de Ponta Negra.

Horário: 07 às 19h em média (saida e chegada)

Valor do passeio por pessoa: a partir de R$100,00. Podendo variar de acordo com a temporada.

*Passeio de charrete, buggy e almoço são pagos a parte.

Central de Atendimento Marazul Receptivo: (84) 99909-0990

Site: https://marazulreceptivo.com.br/

*O Viajo Amanhã visitou o Galinhos com cortesias através de parceria com a Marazul Receptivo. No entanto, prezamos pela sinceridade com os leitores do blog, e nosso relato é imparcial, contendo nossa opinião sincera, sem controle editorial por parte do parceiro concedente.

Thayz Figueiredo

Thayz Figueiredo

Professora de Educação Física e Psicóloga. Gosta das histórias dos lugares e das pessoas. Ama shows de rock, livros e um bom hambúrguer.

More Posts