CONEXÃO RÚSSIA: Volgogrado a cidade mais soviética da Copa do Mundo 2018

Olá pessoal. O assunto de hoje mistura viagens e uma paixão nacional (e minha também), o futebol. Fazendo uma rápida pesquisa pela internet, pude constatar que pouco se fala das cidades que sediarão a Copa do Mundo da Rússia. Faço aula de russo e em uma das aulas descobri um site com muitas informações e os vídeos promocionais da FIFA, por isso resolvi criar essa série e apresentar as 11 cidades, uma a uma.

 

VOLGOGRADO

A primeira cidade é atual Volgogrado (Волгоград). A cidade era chamada de Tsarítsin até 1925, quando passou a se chamar Stalingrado, em homenagem ao secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética, Josef Stalin. Em 1961, oito anos após a morte de Stalin, a cidade teve seu nome mudado mais uma vez, por conta de um projeto de desestalinização do líder Nikita Khruschev.

É conhecida como a cidade mais soviética da Rússia e talvez a que mais inspire orgulho do povo russo, já que foi nela, que, em 1942 aconteceu a Batalha de Stalingrado, na qual o exército russo venceu os nazistas com a ajuda do rigoroso inverno local.

Com pouco mais de 1 milhão de habitantes, Volgogrado é, também, a terra natal da bicampeã olímpica e recordista mundial Yelena Isinbayeva.
Na Copa do Mundo de 2018 a cidade receberá quatro partidas, porém nenhum dos play-offs finais.  Além disso, a cidade também fornecerá centros de treinamentos para as seleções participantes.
Volgogrado teve que se adaptar a algumas exigências da FIFA para sediar esses jogos, entre elas:
  • A construção de um estádio com aquecimento para 45 mil pessoas
  • Construção de três campos de treinamentos
  • Revisão do Hospital Clínico de Emergência e a construção de um heliporto
  • Construção de 11 novos hotéis
  • Construção de novas estradas e reforma das já existentes, totalizando 280 km
  • Compra de 200 ônibus de piso baixo
  • Reconstrução dos sistemas de comunicação
  • Proteção do litoral para a linha de construção nas margens do rio Volga
  • Construção de uma nova pista e reforma do Aeroporto Internacional (obra concluída em 2015)
Pra deixar vocês no clima e com mais vontade de conhecer a cidade, vou deixar aqui o vídeo feito pela FIFA. Eu já estou louca para conhecer!!!!

O QUE FAZER EM VOLGOGRADO?

Graças a Copa, a cidade agora abriga hotéis como Hampton by Hilton Volgograd Profsoyuznaya e o Park Inn by Radisson.

Os hotéis mais procurados, até então, eram o Hotel Volgograd, que fica em um edifício histórico reconstruído no pós-guerra, e o Hotel Inturist, em frente, também em um prédio reconstruído. Mas também é possível encontrar opções mais baratas e hostels (http://hotels-volgograd.ru/).

Os principais pontos turísticos da cidade são:

-Museu Panorâmico da Batalha de Stalingrado

Apresenta a mais completa coleção de documentos e artefatos ligados à batalha, além de uma enorme tela panorâmica representando episódios das lutas dos soldados. Bandeiras de todas as unidades e tropas envolvidas na batalha estão expostas na Sala do Triunfo. Além disso, presentes entregues à cidade, provenientes do mundo todo, em homenagem aos soldados, também estão nessa sala.

-Casa Pavlov

Perto do Museu Panorâmico, a residência ficou conhecida por ter sido defendida durante 58 dias por 25 soldados. O prédio de quatro andares foi reconstruído, mas abriga um memorial ao lado feito com os tijolos retirados após a batalha.

-Mamaev Kurgan

Colina que ergue-se sobre a cidade, abriga um memorial sobre a batalha.  E no topo da colina fica a estátua Mãe Pátria, de 85 metros de altura, erguida em honra dos soldados mortos.

-Aléia dos Heróis

Espaço verde da cidade que abriga a única árvore que sobreviveu a batalha, no meio do asfalto.

-Rua da Paz e Planetário

Foi a primeira rua construída após a batalha. No final dela fica o Planetário.

A culinária local alia a cozinha europeia à japonesa e caucasiana. Portanto, na cidade é possível encontrar restaurantes italianos, checos, alemãos, etc. As espetadas de carne (chachlík) podem ser encontradas em qualquer lugar. Mas o lanche mais popular é o frango à Kiev, filé de peito de frango recheado com manteiga e salsinha.

Fontes: https://ru2018.org/city/volgograd-chm-2018.html

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]

[hapiness] [https://viajoamanha.com/hapiness-only-real-when-shared/]

Isabella de Vito

Jornalista e profissional de Educação Física. Ama viajar e acompanhar o time de futebol em todos os jogos.

More Posts