Beatles e Liverpool – Roteiro pela cidade natal da banda

Beatles e Liverpool

Após escrever o post com o roteiro da História do Rock em Londres, percebi que aquela não é a única cidade britânica repleta de história da música, e que visitei principalmente por conta disso. E de onde estou falando? Da cidade natal do The Fab4, claro! Então resolvi escrever sobre os Beatles e Liverpool.

Dá o play aqui, antes de começar a ler 😉

She was a day tripper
One way ticket, yeah

É impossível ir a Liverpool e não se deparar com os Beatles. E era isso mesmo que eu queria, quando decidi fazer um bate e volta partindo de Londres, em maio do ano passado.

Apesar do pouco tempo, deu para conhecer bastante coisa, mesmo que as atrações não-musicais da cidade não tenham sido exploradas, porque meu roteiro era majoritariamente pautado pelos Beatles mesmo (mas eu volto com mais tempo, da próxima vez 😜).

A viagem de trem é bem tranquila, e também é relativamente rápida (tem duração de aproximadamente 2h30). Saí bem cedo de Londres, porque queria aproveitar o máximo possível, então cheguei em Liverpool um pouco depois das 10h.

Magical Mistery Tour

Assim que cheguei, resolvi fazer logo o Magical Mistery Tour, dos Beatles que tem uma das saídas às 11h. Você pode comprar seu ticket to ride pela internet, ou no quiosque do Ticket Office, na Anchor Courtyard, no Albert Dock, bem próximo a Beatle Story. O valor é de 18,95 £.

The Magical Mystery Tour 
 Is waiting to take you away

Magical Mistery Tour - Beatles e Liverpool

O passeio, em um ônibus amarelo inspirado no filme Magical Mistery Tour, de 1967 é um tour guiado em inglês, com duração de 2h. Apesar de ser pouco tempo, e o tour ser meio acelerado, passa pelos principais locais da história dos quatro integrantes em sua cidade natal, desde a infância e adolescência, até os locais onde a banda começou a dar os primeiros passos.

O guia do tour conta diversas curiosidades, e há durante todo o tempo no passeio, uma trilha sonora com os sucessos dos Beatles.

O ônibus não é daqueles hop-on hop-off, em que você pode descer a vontade, e esperar o próximo para continuar o passeio, mas faz algumas paradas rápidas em lugares estratégicos. Porém, muitas coisas só vemos pela janela mesmo, o que pode te deixar um pouco desesperado ou mesmo frustrado tentando registrar tudo na memória e nas câmeras. No entanto, acho que vale a pena ainda assim.

Você pode adquirir uma espécie de guia com as informações do passeio no Ticket Office. Tem em diversas línguas. Quando eu fui, o guia custava 1£. Essa é uma alternativa interessante para quem não entende muito bem inglês.

Guia Magical Mistery Tour em Português - Beatles e Liverpool
Guia Magical Mistery Tour em Português

 

Os principais lugares por onde passa o tour são:

Casa dos quatro integrantes:

Ringo Starr

O bairro Dingle, onde nasceu Ringo Starr e onde morou por muitos anos, é a primeira passagem do tour. A casa de Ringo fica no 9 Madryn Str.

Também passamos pela casa que ele viveu a partir dos 5 anos até ficar famoso, que fica na 10 Admiral Road.

Foi aí, já nos primeiros momentos, que percebi que o tour acontecia muito rápido, pois não consegui registrar a casa de Ringo. Mas depois fiquei mais ligeira, para as próximas paradas.

George Harrison

O local onde George Harrison nasceu e viveu durante a infância fica na 12 Arnold Crove. É uma casinha simples em uma viela, em que ele morou com os pais e os três irmãos mais velhos. Aqui há uma breve parada, pois o ônibus não entra na ruazinha.

Casa de George Harisson - Beatles e Liverpool
Casa de George Harisson

John Lennon

As casas de John Lennon e de Paul McCartney ficam bem próximas uma da outra.

A residência em que John viveu com sua tia Mimi dos 5 aos 22 anos, fica próxima ao Strawberry Field, na 251 Menlove Avenue, e é conhecida como “Mendips”.

A casa foi comprada por Yoko Ono e doada ao Patrimônio Britânico. Ela é aberta à visitação, mas só faz parte dos tours privados, e também do tour da National Trust, que falarei mais pra frente. Como não faz parte do Magical Mistery Tour, só vemos a fachada, de dentro do ônibus.

Casa de John Lennon - "Mendips" - Beatles e Liverpool
Casa de John Lennon – “Mendips”

Paul McCartney

A casa onde Paul morou, na 20 Forthlin Road, também pertence ao Patrimônio Britânico.

Foi lá que os Beatles compuseram e ensaiaram suas primeiras músicas, e por isso é considerada o local de nascimento da banca. Também está aberta à visitação nos outros tours.

Casa de Paul McCartney - Beatles e Liverpool
Casa de Paul McCartney

Casa Paul McCartney em Liverpool - Beatles e Liverpool

Na casa de Paul há uma breve parada. Coincidência ou não, no momento em que desci do ônibus, recebi um e-mail da T4F confirmando a abertura das vendas dos ingressos para o show dele, que seria iniciada dali a alguns dias. O show aconteceu em outubro do ano passado. E assim que cheguei ao Brasil, corri para comprar o ingresso, pois começaram a ser vendidos um dia após minha chegada.

Penny Lane is in my ears and in my eyes…

Em Penny Lane, descemos rapidamente na rotatória mencionada na música, onde havia uma parada, em que John e Paul esperavam o ônibus que os levava ao centro. Ali, o guia nos mostrou e comentou rapidamente também de outros locais que são citados na música.

A placa da rua de Penny Lane é uma das mais roubadas da história.

Behind the shelter in the middle of the roundabout
The pretty nurse is selling poppies from a tray
Penny Lane - Beatles e Liverpool
Penny Lane

Strawberry Field

É um orfanato mantido pelo Exército da Salvação, na 16 Beaconsfield Road. John Lennon adorava o jardim desse lugar, e o imortalizou na canção Strawberry Fields Forever, juntamente com Paul McCartney.

O portão vermelho uma vez foi roubado por fãs, mas foi recuperado em seguida.

Yoko Ono e seu filho Sean Lennon fazem doações regulares para a melhoria do orfanato.

Let me take you down
‘Cause I’m going to
Strawberry Fields
Strawberry Field - Beatles e Liverpool
Strawberry Field

St Peter’s Church

O salão paroquial desta igreja foi o local onde John e Paul se encontraram pela primeira vez, e também onde frequentavam com certa frequência.

Bem ao lado à igreja há o cemitério onde está localizado o controverso túmulo de uma mulher chamada Eleanor Rigby. De acordo com o guia do tour, os dois beatles faziam visitas por lá ocasionalmente.

Eleanor Rigby picks up the rice in the church

Where a wedding has been

Lives in a dream

St Peter's Church - Beatles e Liverpool
St Peter’s Church

O tumulo já passou até mesmo pela tentativa de um leilão, mas os Beatles negaram qualquer relação da mulher ali enterrada com a música de mesmo nome, que segundo eles, fala sobre uma personagem fictícia.

Cavern Club

Na volta ao centro, o passeio termina próximo à Mathew Street, onde está o Cavern Club, local em que os Beatles costumavam se apresentar. Tive vontade de ficar o dia todo lá, mas como ainda era cedo, e queria visitar outros lugares, prometi voltar a noite, mas não deu tempo. =/

Cavern Club - Beatles e Liverpool
Cavern Club

O Cavern Club foi inaugurado em 1957, mas a primeira aparição dos Beatles aconteceu em fevereiro de 1961. Eles se apresentaram lá regularmente até 1963, totalizando 292 shows.

Recentemente, em 26 de julho deste ano, Paul McCartney fez um show surpresa e gratuito lá. Ele divulgou a apresentação algumas horas antes, em sua conta do Twitter.

Tweet Paul McCartney anunciando show no Cavern Club - Beatles e Liverpool
Tweet anunciando show no Cavern Club

O Cavern começa a funcionar de manhã, e a partir do meio dia a entrada é paga, mas o valor é bem simbólico, entre 2,50 a 6 £.

O ticket do Magical Mistery Tour inclui entrada gratuita ao local, então não é preciso se preocupar com isso, se você fizer o passeio.

Outros tours

Há a opção de fazer os tours privados do Magical Mistery Tour.

Existem tours diferentes à sua escolha, e você pode encontrar todas as informações de preços e reservas aqui

Mas adianto que são BEM caros! Uma amiga tinha me dito que o tour de ônibus era meio corrido, então fui atrás de saber como eram os privados. Porém, desisti, pois esse foi o e-mail que recebi com os preços:

Private Tours Beatles - Liverpool
Lembrando que esses preços são referentes à maio de 2017

Há também o tour Beatles Childhood Homes, no qual é possível visitar por dentro as casas de John e Paul. Embora tenha o preço mais acessível, ainda é um pouco caro para nós, meros mortais que recebemos salário em real (24 £), mas deve valer a pena. Não fiz, porém, em uma outra oportunidade na cidade, provavelmente ia me dar vontade.

Cavern Pub

Em frente ao Cavern Club, há o Cavern Pub, que possui um muro com os nomes de todos os artistas que tocaram no seu vizinho de frente desde a inauguração. Além dos Beatles, há muitos outros nomes como Chuck Berry, Eric Clapton, The Who, Stevie Wonder, Elton John, Jimi Hendrix. Dentro dele há bastante memorabilia de seus visitantes mais famosos.

Cavern Pub - Beatles e Liverpool
Cavern Pub

Em frente ao muro com os nomes dos artistas, também se encontra uma estátua de John Lennon.

O Cavern Pub fica aberto todos os dias da semana, com shows de bandas locais. A entrada é gratuita.

Mathew Street e Estátua de Eleanor Rigby

Em toda a Mathew Street há referências aos Beatles. E descendo a rua até o fim, você pode encontrar a estátua de Eleanor Rigby, na Stanley Street. A estátua, que simboliza uma mulher sozinha, é uma homenagem a todas as pessoas solitárias.

All the lonely people, where do they all come from?
All the lonely people, where do they all belong?
Ah, look at all the lonely people
Estátua Eleanor Rigby - Beatles e Liverpool
Estátua Eleanor Rigby

*Essa foto foi gentilmente cedida pela Sunny do @lembrancasdaquelaviagem (para mais dicas de Liverpool, deem uma olhada no Instagram dela)

A Hard Day’s Night

Hard Days Night Hotel - Beatles e Liverpool
Hard Days Night Hotel
It’s been a hard day’s night
I should be sleepin’ like a log.

Ainda próximo ao Cavern Club, na N John Street, fica o Hard Days Night Hotel. O prédio, que costumava ser um centro comercial, no século XIX, adicionou esculturas dos quatro Beatles em sua fachada. O hotel é totalmente tematizado com fotos da banda, letras de música, noticias antigas, entre outras referências.

Hard days night hotel - Beatles e Liverpool

Quay Confectionary

Nessa loja de doces, no Albert Dock, há um quadro dos Beatles feito inteiramente de jujubas. Segundo a loja, foram utilizadas mais de 15 mil balas, e o retrato é uma homenagem ao musical Let it Be, baseado na carreira dos Beatles, de 1962 até sua separação em 1969.

Beatles feitos de jujuba - Beatles e Liverpool
Beatles de jujuba

Beatles Story

Beatles Story - Beatles e Liverpool
Beatles Story

O Beatles Story é um museu que conta a história dos Beatles, em ordem cronológica, desde a infância dos quatro em Liverpool, até o fim da banda, e a carreira solo de cada um.

Fica no Albert Dock, e vale a pena mesmo para quem não é super fã da banda. Existe inclusive áudio guia em português.

Os locais e momentos mais marcantes da história dos Beatles foram recriados lá dentro, como o Cavern Club, a Abbey Road, o Strawberry Field, o Submarino Amarelo,  a capa do Sgt Peppers, e até mesmo o avião que os levou aos EUA pela primeira vez em 1964.

Há também diversas fotos, figurinos, cartazes, capas de discos, e todo tipo de memorabilia, mostrando cada fase da banda. É bem gostoso de conhecer, embora a maior parte das sessões conte mais com recriações, do que com artigos originais. Mas na minha opinião, é exatamente isso que torna a experiencia mais interessante.

Abbey Road - Beatles Story - Beatles e Liverpool
Abbey Road – Beatles Story

Já no fim, o clima vai ficando meio triste, quando mostra o show realizado no rooftop do prédio da Apple, em Londres, que foi o último show dos Beatles juntos.

Então, a seguir, existe uma sessão dedicada à carreira solo de cada integrante, contando sobre os rumos que cada um tomou após o término da banda. Nesse espaço também tem um pouco mais da vida pessoal de cada um.

Antes do término da visita, acontece aquele momento que a gente sabe que vai chegar, mas tenta evitar ao máximo: A homenagem a John Lennon.

Imagine all the people
Living life in peace
Quarto Branco - John Lennon - Beatles e Liverpool
Homenagem a John Lennon

 

Uma reprodução do quarto branco do Beatle, com seu famoso piano branco e guitarra. Nesse espaço fica tocando Imagine, e contem algumas imagens de John. Dá para deixar escorrer algumas lágrimas.

E enfim é encerrada a passagem pela história dos Beatles.

A saída do museu é pela The Fab4 Store, uma loja de souvenirs, com todo tipo de lembrança da banda. Desde palhetas à oclinhos redondos. Eu quis comprar imãs de geladeira dos 4 atravessando a Abbey Road, mas não tinha todos. Faltava o John. Então, milagrosamente, não comprei nada.

No Pier Head, às margens do rio Mersey, há outra The Fab4 Store, e um espaço em que acontecem exposições temporárias, bem como exibições de cinema 4D, que também pertencem ao Beatles Story. O ingresso do museu dá direito à entrada nas exibições.

Estátua Beatles

Ainda no Pier Head, perto da The Fab4 Store, há uma estátua em homenagem aos Beatles.

Foi inaugurada em 2015, 50 anos depois do último show deles em Liverpool, e tem mais de 2 metros de altura. Nela, Paul, George, Ringo e John estão de terno e gravata conversando enquanto caminham em direção ao rio.

A cena aconteceu de verdade, e então o escultor usou uma foto dos anos 60 como inspiração.

No chão em frente à estatua uma placa diz “Os Beatles tocaram pela última vez em Liverpool, no Empire Theatre em 5 de dezembro de 1965 …mas eles nunca se foram de verdade. Eles são sinônimos dessa cidade.”

Estátua Beatles - Pier Head - Beatles e Liverpool

British Music Experience

Em frente ao prédio da Fab4 Store no Pier Head está o British Music Experience, um museu dedicado a história de toda a música britânica. Por isso, sem dúvidas, conta um pouquinho da colaboração dos Beatles. Vou dedicar um post somente a ele, no futuro. Mas já adianto que recomendo o museu, e que considero um bom lugar para fechar o roteiro Beatles por Liverpool. Foi ali que minha breve estádia pela cidade terminou.

British Music Experience -  Liverpool
British Music Experience

Saindo de lá, retornei para a estação, para pegar meu trem de volta para Londres, mas querendo ficar um pouquinho mais, e passar a noite no Cavern Club.  Então sugiro que, se você tem tempo, faça pela menos uma pernoite na cidade. Mas não tem nada não, um dia eu volto, Liverpool.

I don’t know why you say goodbye, I say hello

 

Thayz Figueiredo

Thayz Figueiredo

Professora de Educação Física e Psicóloga. Gosta das histórias dos lugares e das pessoas. Ama shows de rock, livros e um bom hambúrguer.

More Posts